É possível ter uma boa pescaria no inverno? Conheça comportamentos e dicas de cada espécie.


O mês de Julho é um dos meses mais frios do ano, onde temos as temperaturas mais baixas e o tempo mais seco. Você sabe como esse clima influencia o comportamento dos peixes e como a sua pescaria deve ser adaptada para essa época?

Todos os animais, inclusive o homem, precisam de uma temperatura ideal para o funcionamento correto do organismo, o chamado “conforto térmico”. No ser humano, essa temperatura é em torno de 36,5 graus, acima disso é febre e abaixo é calafrio e tremedeira. Já entre os peixes, nos pacus, por exemplo, a temperatura ideal para o conforto térmico é em torno de 26 graus centígrados; nos tambaquis, entre 27 e 29 graus; no Black Bass, 23 graus e assim por diante. Como os peixes estão à mercê das variações externas de temperaturas (pecilotérmicos), nas águas frias do inverno eles perdem o ponto ideal de funcionamento do organismo.

Então devido a essa características dos peixes, eles ficam lentos, comem menos e até ficam imóveis durante horas, isso acontece para preservar a gordura acumulada e também poupar a energia que existe. Mas como todo ser vivo, eles vão precisar se alimentar para conseguir sobreviver e é ai que o pescador tem de estar preparado para conseguir escolher a isca certa, por isso vocês podem conferir algumas dicas abaixo:

Black Bass:

Um dos peixes mais procurados aqui na Fazenda Kiri, também fica mais lento, mas a sua busca por comida é diária, então a melhor opção é utilizar iscas de meia água ou de fundo, porém nas extremidades dos lagos, onde a profundidade é menor, pois dessa maneira ele consegue encontrar águas mais quentes e ainda assim se proteger de possíveis predadores. Lembrando a importância de utilizar iscas chamativas e com muito movimento.

Tilápias:

A tilápia é a espécie mais sensível as temperaturas baixas, ficando muito lenta e até imóvel durante dias, para economizar energia, mas ainda assim é possível captura-la. As menores atividades desse peixe acontecem pela manhã e final da tarde, quando a água está mais fria e costumam procurar a superfície da água para tomar sol e se esquentarem. A partir do 12h:00 até as 15h:00 da tarde, é o melhor horário para pesca-la, pois a temperatura da água sobe e elas voltam a ficar ativas.

A melhor opção é utilizar massas com cores fortes e com sabores inusitados, que atraiam o peixe.

Pacus, Matrinxã, Piraputanga, Piracanjuba, Carpas:

Esses são peixes de regiões quentes e se aproximam bastante do comportamento da tilápia no inverno, porém eles tem um metabolismo mais acelerado e por isso fica mais fácil de pesca-los. Esses peixes tem uma atividade maior entre 11h:00am até 16h:00am, momentos em que tem o sol está mais forte e a água consequentemente mais quente.

A dica é ter iscas chamativas e saborosas, durante o dia esses peixes costumam ficar na meia água ou superfície.

Além das dicas que vocês conferiram acima, o pescador precisa estar atento, pois os peixes pegarão a isca de uma maneira muito mais branda, as vezes a pessoa não nota que o peixe está em contato com o anzol pela baixa movimentação.

Conhecendo o comportamento de cada espécie durante o inverno, com insistência e atenção, o pescador consegue sim se divertir durante uma pescaria nessa época do ano, apenas exigindo uma maior dedicação do pescador.

Destaques

Posts Recentes

Arquivos

Tags

Siga a gente

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon

Estrada Municipal da Fazendinha, km 7. Piedade - SP. Tel (15) 3244-3945 / WhatsApp: (15) 99750-8273

  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone